segunda-feira, março 16, 2009

"Eis o Homem"
(Jo 19, 5)
Aconteceu este fim de semana (14 e 15 de Março) mais um encontro do Pré-Seminário! Desta vez não foi um encontro como os outros. Fizémos um tempo de retiro. Como estamos na Quaresma e queremos preparar melhor a nossa vivência da Páscoa, neste encontro aproveitámos e fizemos retiro: retiramo-nos das nossas ocupações habituais e diárias (estudo, divertimento e afazeres vários, trabalho, etc) para nos encontrarmos melhor com Deus e para melhor escutar a sua Palavra.
O sábado ocupámo-lo com o tema da Cruz de Jesus. Para isso, e para melhor entender o lugar da Cruz na vida de Jesus e na vida do cristão, partimos daquela interrogação que Jesus faz a Simão Pedro, "Pedro, tu amas-Me?" (Jo 21, 15). O seguimento de Jesus é uma experiência de amor e nunca de obrigação ou simples submissão. Quem olha para Jesus e sente na sua vida, nas suas palavras e nos seus gestos um sentido de vida, deixa-se seduzir por Ele, ama-O e ama o seu projecto de vida. E depois, claro, amando-O fica-se disponível para o que Ele quiser.
Depois de rezarmos essa interrogação fomos confrontar-nos mais de perto ainda com a Cruz de Jesus e, partindo das palavras de Pilatos "Eis o Homem" quando apresenta Jesus à multidão, fomos reflectindo sobre que sentimentos (os tribunias como lhes chamámos) julgam Jesus. Descobrimos os tribunais (sentimentos) da inveja, do egoísmo, da superficialidade, da ingratidão, da solidão, do oportunismo a julgarem Jesus. E percebemos que, cada vez que estes sentimentos se instalam no coração do homem, continua a existir hoje julgamento e condenação de inocentes.
Estando a rezar a Cruz seria impossível não rezar o caminho que Jesus fez com ela. Por isso rezámos também no caminho da Cruz em unidade com Jesus e com todos os inocentes condenados ou maltratados. Fizémos Via-Sacra.
Ainda no sábado, e depois de alguns tempos de silêncio e da oração de Vésperas a que se seguiu o jantar, tivemos tempo para ver o filme "A Paixão de Cristo".
O Domingo, dia especial, foi ocupado apenas com a celebração da Eucaristia depois da qual o encontro deste fim de semana terminou.
Notas marcantes deste encontro houve várias. Sublinham-se duas. Uma é que, além dos Pré-Seminaristas que já costumam estar nestes encontros, veio mais o João Miguel, da Paróquia de Nisa. A outra, importantíssima, foi a notícia e a novidade de que os Seminaristas da Diocese de Portalegre - Castelo Branco vão passar, já a partir do próximo ano lectivo, a ingressar e estudar nos Seminários da Diocese de Lisboa (Seminários de S. José de Caparide e dos Olivais) e na Universidade Católica.
O encontro deste fim de semana foi uma óptima experiência de fé, de reflexão em conjunto e de convívio. Valeu bem a pena.

1 comentário:

Cefas disse...

Exacto. Mais um fim-de-semana na companhia de pessoas muito importantes para mim, desta alegria e amizade que há entre todos nós.
E claro a novidade importantíssima para os seminaristas da Diocese de Portalegre - Castelo Branco que vão ingressar a partir do próximo ano lectivo nos Seminários da Diocese de Lisboa (Seminários de S. José de Caparide e dos Olivais) e na Universidade Católica.
Que grande novidade!!!

Grande abraço a todos,
Cefas

"Christe, lux mundi, qui sequitur Te, habebit lumen vitae, lumen vitae."